SEROMA: O que é?Como ele se forma?

Seroma é o acúmulo de um líquido no local operado,que se deve aos grandes descolamentos freqüentes em cirurgias plásticas, porém quando o mesmo não é absorvido pelo próprio organismo ou por meio de extravazemaneto pela cicatriz operátoria, é necessario realizar  punção através de uma seringa para esvaziar o líquido.                                                O organismo produz uma cápsula fibrosa à sua volta para isolá-lo e depois da formação de cápsula envolvendo seromas antigos, as punções tornam-se ineficientes e o tratamento adequado será cirúrgico, com a finalidade de remover toda a cápsula (capsulectomia) e o seroma. Um seroma encapsulado produz aspecto abaulado, endurecido e fixo, como o de uma tumoração abaixo da pele. Por vezes apresenta retração visível na pele.

CONFIRAM FOTO DE UMA MAMA COM SEROMA E SEUS SINTOMAS:


- abaulamento local;
- flutuação;
- sensação de deslocamento de líquido na região operada;
- ausência de sinais inflamatórios como febre, dor e vermelhidão,
- o líquido pode ser apenas seroso, de uma cor citrina suave, fluída; de acordo com a contaminação sangüínea maior ou menor poderá assumir matizes avermelhadas e densidades variadas, mas com tendência a fluidez. Em seromas cronicamente instalados podem aparentar uma tonalidade achocolatada. Nos casos com infecção a sintomatologia inflamatória poderá está presente e o líquido puncionado poderá ter odor característico.
- o seroma poderá ser expelido espontaneamente no pós-operatório imediato e causar um grande susto ao paciente pela eliminação copiosa do líquido através da ferida operatória recente.

Se vocês já passaram por isso, comentem!!!

Beijos

 

 

279 Comentários

  1. Guaciara Silvestre  /  30 de agosto de 2014, 19:18 Replicar

    Fiz uma nodulectomia dia 19/08/14 e 9 dias depois senti uma ardência e ao observar o curativo vi uma secreção chocolate na gaze, era pouca quantidade mais fiquei alerta a uma possível infecção, no outro dia pela manhã pedi a minha irmã para fazer uma drenagem manual e aí a quantidade de liquido me surpreendeu ainda mais. Saiu uma quantidade maior e voltei a fazer o uso do antibiótico. Sei que o seroma é normal e depois que fiz a drenagem manual melhorei bastante e a quantidade de liquido que está saindo é mínima.
    E o incrível é que mesmo com o repouso e a medicação parece que o seroma é algo que sempre está presente no pós cirúrgico. Paciência e fé na recuperação. bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>