PROTESES ADULTERADAS PIP

Oi gente, hoje vim aqui comentar com vocês sobre a polêmica das próteses Poly Implant Prothèse (PIP) e Rofil, que absurdo não?

 

Para quem ainda não esta muito por dentro do assunto, durante o mês de dezembro, foi divulgado que as próteses da Poly Implant Prothèse (PIP) e também as da marca Rofil estão sendo acusadas de terem utilizado silicone industrial ao invés do silicone médico para a produção da próteses. Este tipo de material apresenta maior risco de rompimento, o que pode causar sérios problemas à saúde como inflamações, irritações e suspeitas de desenvolvimento de câncer. A empresa PIP já foi considerada a terceira maior produtora do setor, produzia até 100 mil próteses por ano.

Países como Grã-Bretanha, Brasil e Argentina recomendaram que as mulheres recorressem a seus  médicos para avaliar a situação, mas a França foi mais longe e orientou todas as 30 mil usuárias de próteses PIP a retirá-las,pois foram detectados 20 casos de câncer na França, sendo 16 deles de mama, em mulheres que utilizavam a próteses PIP.

Atualmente mesmo já tendo cancelado as operações envolvendo produtos desta marca, o Brasil chegou a implantar 24.534 das próteses importadas da PIP, que destinou 84% dos produtos para América Latina, Espanha e Grã-Bretanha. Estima-se que entre 400 e 500 mil mulheres seria portadores de próteses de PIP em todo o mundo.

A fim de dar um maior aporte aos pacientes que receberam próteses adulteradas Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou que o Sistema Único de Saúde (SUS) faça a remoção e a troca das próteses rompidas. O mesmo vale para os planos de saúde, que terão de oferecer cobertura total às pacientes, não importando se as próteses foram colocadas por motivos médicos ou estéticos. Os médicos que atuam na rede particular estudam a proposta de chamar o paciente para uma avaliação inicial a fim de observar o estado da prótese através de um exame ultrasonográfico, para verificar se há ruptura ou não. Nos casos que não for possível uma primeira avaliação completa, poderá ser feito uma ressonância magnética. E caso haja ruptura, a paciente já vai ser encaminhada para a cirurgia.As autoridades de saúde e os médicos da área recomendam que a prótese seja substituída somente se apresentar ruptura ou risco de se romper. Para os pacientes que apresentam implantes em bom estado, é recomendado que passe apenas por monitoração. Então meninas, se alguma de vocês possuem próteses de alguma dessas marcas recorram ao seu cirurgião o quanto antes para esclarecer bem o assunto e verificar qual providência deverá ser tomada. Uma outra dica que eu deixo é para que na hora da escolha da marca das próteses, sejam escolhidas as com garantia Vitalicia como a Eurosilicone e Mentor, além de é claro, um profissional qualificado.

Beijos e boa sorte.

 

35 Comentários

  1. Isalice  /  31 de outubro de 2016, 1:11 Replicar

    Ola nao entendi , essa protese pip tem alguma coisa haver com a sci esther eu puz ela tbm ……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *