Prótese Silicone x Câncer de Mama

Há alguma relação entre o câncer de mama e a utilização de prótese de silicone?

Segundo diversos estudos, até a presente data não existe qualquer comprovação científica de que o silicone induza à formação de câncer em seres humanos. Talvez um dia esta afirmativa seja mudada. No entanto, apenas com os estudos apresentados não é possível tirar qualquer conclusão entre causa e efeito.

O que o silicone pode causar, caso haja ruptura e extravasamento do seu conteúdo é a formação de vacúolos de silicone no tecido em volta, conhecidos como siliconomas responsáveis por causar processos inflamatórios. Contudo, atualmente existem próteses com coberturas mais resistentes e conteúdo de gel coesivo, que mesmo se rompidas não extravasam.                                                                          Caso a paciente tenha casos de câncer de mama na família, o médico pode optar em colocar a prótese sob o músculo, para facilitar a visualização de um possível tumor. Portanto, não  é necessário temer colocar próteses de silicone nos seios por causa da possibilidade de desenvolvimento do câncer de mama. Tal doença está associada a outros fatores como a idade, por exemplo, e a melhor prevenção é o auto-exame.

Silicone pode impedir o diagnóstico de câncer de mama?

Os implantes estão sendo usados com maior frequência e cada vez mais em mulheres jovens. Quando uma mulher vai colocar um implante de silicone é importante que ela tenha em mente que os tecidos mamários continuam contíguos às próteses, o que reforça a necessidade de cuidados. Uma boa investigação mamária deve ser realizada antes de submeter-se à cirurgia, o que evita o risco da colocação de uma prótese onde exista um tumor. Após a colocação da prótese de silicone, os cuidados com a mama devem continuar, por meio de mamografia e da ecografia complementar.

Segundo cirurgiões, a prótese não impede o diagnóstico do câncer de mama. Com os equipamentos disponíveis hoje e com o aprimoramento das técnicas cirúrgicas é possível fazer exames e diagnósticos precoces do câncer de mama com muita segurança.

A colocação de implantes de silicone com finalidade estética não atrapalha a realização de exames como mamografia, ultra-sonografia e ressonância magnética. Porém, se os implantes forem muito grandes, pode haver alguma dificuldade na compressão dos seios, diminuindo a qualidade das imagens obtidas e prejudicando o resultado do exame. Na mamografia em mulheres com próteses, é necessário realizar a chamada ‘manobra de Eklund’, em que se traciona a mama, para expor ao Raio X apenas o tecido mamário. Se isso não for feito, a prótese poderá interferir no resultado do exame.

Com relação ao auto-exame das mamas, as próteses não interferem, uma vez que não há glândula por debaixo delas.

A prótese de silicone não possui agentes que possam provocar ou estimular o surgimento do câncer de mama, inclusive na maioria das vezes são indicadas para a reconstrução mamária em pacientes operadas pelo câncer de mama e necessitam controle rígido. Durante o tratamento do câncer de mama pode ser necessária a retirada provisória da prótese devido à proximidade com a lesão ou para facilitar o acesso ao tumor.

7 Comentários

  1. Franciele  /  10 de setembro de 2012, 23:10 Replicar

    Olá, estou sentindo um carocinho no meu seio direito, fui ao médico e fiz uma ultrassom, no laudo não apareceu nada, e o médico falou q pode ser uma dobra na prótese, isso é possível?

    • Tainä  /  19 de março de 2014, 18:36 Replicar

      Oii Franciele, estou com um carocinho tbm no meu peito direito, bem perto da aoreula, coloquei meu silicone pela aoreula, fiquei bem preocupada, tenho medico, ginicolosgista dia 28, faz 1 ano e 4 meses q coloquei silicone.. e agora senti esse carocinho, parece um fio, coloquei por baixo do musculo entao as glandulas estao abaixo, por isso me tranquilizo um pouco.. bjoo

  2. Fernanda  /  1 de junho de 2012, 13:35 Replicar

    Parabéns pela matéria Nany!
    Seu blog é viciante, um beijo grande.

  3. Deia  /  1 de junho de 2012, 0:00 Replicar

    Parabéns novamente Nany pelo post!! Já ouvi várias coisas sobre assunto e cada médico me falou uma coisa. Por isso eu bato na tecla que devemos nos preocupar não só com a estética mas sim com nossa saúde. Sou contra mulheres muito novas, tipo 16 anos, colocando silicone; pô o corpo não tá nem formado. Mesmo com todos os estudos , qualidade e segurança sempre é bacana se informar muito sobre o assunto e esperar, ter certeza de todas as consequências e riscos que hoje em dia com bons médicos se tornam baixos, mas eles existem.

    • Nany  /  1 de junho de 2012, 0:03 Replicar

      É Deia, informação nunca é demais né! Bjos e obrigada pelo elogio ao blog. =)

  4. Suélen  /  31 de maio de 2012, 21:48 Replicar

    Olá meninas!
    Perguntei pra minha ginecologista na última consulta, se era seguro colocar as próteses na posição subglandular, se não dificultaria na hora de realizar exames a procura de nódulos (já tinha visto algumas meninas falando disso, e fiquei com medo). Ela disse que não importa a posição das próteses, em ambos os casos, eles fazem uma “manobra”, para colocar a prótese para o lado, conforme dito nessa matéria.
    Mas disse que o exame mais eficaz de todos, será sempre em quem não tem prótese de silicone =/

    Mas não fiquei desanimada não heheheheh..isso só lembra do quanto é importante não esquecermos de sempre ir ao médico para revisão e exames rotineiros.

    Bjoooo

    • Nany  /  31 de maio de 2012, 21:56 Replicar

      É Su, muita gente coloca silicone e esquece de se cuidar…os exames de rotina devem ser essenciais. bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *